"Conservar a unidade do espirito pelo vinculo da paz!"

A Renovação Carismática Católica apresenta o tema que direciona e une suas ações em 2014

Grupo de oracao Sao Miguel

Venha ter uma nova experiência com Deus e viver a cultura de Pentecostes. Te esperamos! Todas as quintas-feiras - 20h

Venha rezar conosco e dar um novo sentido para vida!

O Senhor nos chama a este tempo de real mudança de vida

Ministerio Shekinah

“Todos nós, porém, com o rosto descoberto, refletimos a Glória do Senhor!” 2 Cor 3,18

Questoes de Fe

Entenda um pouco mais a fé Católica, explicada de maneira clara e sucinta, em alguns dos temas mais usados nos ataques feitos pelos inimigos da Santa Igreja de Cristo

Archive for Dezembro 2010

Feliz ano novo!

Que nesse novo ano Deus continue a nos abençoar cada vez mais a dar-nos a graça da sua presença constante em nossas vidas, abençoando nossas famílias e todos os nossos!

Que seja este ano novo mais uma obra nova de Deus, pela ação do Espírito Santo e mais um passo em direção a salvação eterna em Jesus nosso Senhor!

Uma família excepcional

O Verbo de Deus, querendo vir ao encontro da humanidade, podia escolher outros modos diferentes. Podia apresentar-se a nós em aparências extraordinárias, como vindo imediatamente como adulto plenamente formado. Ao invés, escolheu nascer menino, ter uma mãe, um pai putativo. Querendo falar-nos de Deus, Jesus o fez recorrendo à imagem do Pai, Ele filho, também nós seus filhos, e todos irmãos.

A idéia da família, de pessoas que se querem bem, que têm cuidado um com o outro, que vivem o amor, a caridade, resulta central para a fé: ao ponto que se tirasse a idéia da família não se compreenderia mais o cristianismo, nem o Natal, nem a Trindade (Padre, Filho, Espírito Santo Amor). E não se compreenderia também a vida cristã, a moral cristã, a condição de nossa filiação divina e fraternidade humana em Cristo.

Santo Eusébio de Vercelli

Santo Eusébio de Vercelli, o primeiro bispo da Itália setentrional de que temos notícia segura. Nascido em Sardenha no início do século IV, ainda em tenra idade se transferiu para Roma com sua família. Mais tarde foi instituído leitor, passando a fazer parte do clero de Urbe, em um tempo em que a Igreja era gravemente provada pela heresia ariana.


A grande estima que aumentou por Eusébio explica sua eleição em 345 à cátedra episcopal de Vercelli. O novo Bispo iniciou logo uma intensa obra de evangelização em um território ainda em grande parte pagão, especialmente na área rural.

Uma Igreja dos pobres


Dom Eugênio Sales
Cardeal Arcebispo Emérito do Rio de Janeiro

Fala-se, com insistência, em opção por "uma Igreja dos pobres". A expressão é ambígua. Se ela é tomada no sentido de um paradigma - eles, como sinal divino, os preferidos do Senhor - está absolutamente correta. No entanto, não é raro a sua manipulação para propagar um conceito classista na comunidade eclesial, alheio a mais lídima concepção do cristianismo.

E valido o Bastismo fora da Igreja Catolica? - EB

Fora da Igreja Católica o Batismo é válido desde que se preen­cham três condições:

1) aplique-se água natural; não tem valor saliva nem água de Colônia (...)

2) pronuncie-se, ao mesmo tempo que se aplica a água, a fórmula exata: "Eu te batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo". Não é lícito ao celebrante pedir à assembléia que diga com ele: "Nós te batizamos...". 0 Batismo assim ministrado corre o risco de ser inválido, de modo que, por cautela, há de ser repetido sob condição mediante a seguinte fórmula: "Se não és batizado(a), eu te batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo".

A crise de valores

Dom Dadeus Grings
Arcebispo da arquidiocese
de Porto Alegre
Nossa nova época que nos levou a um terreno de areias movediças. Esperamos que não sejam nos novos Lagos Missurinos, que engoliram as tropas russas na Primeira Guerra Mundial. Falamos da crise de valores, que assolou nosso mundo. Parece que não há mais nada de sólido, ou seja, tem-se a impressão de que o chão debaixo dos pés está cedendo, não, menos que na época em que Copérnico tirou a terra do centro do universo, privando-a da imobilidade e estabilidade, que até então, na cultura vigente, parecia ter, colocando os homens em condição de vertigem.


A crise dos valores parece, hoje, na fragilidade dos vínculos. A palavra vale muito pouco. Parece que foi a memória que ficou mais afetada. Quer-se tudo por escrito. Mas nem isto basta. Exigem-se mais outras complicadas formalidades, para lhe dar alguma segurança, pelo menos social, como firma reconhecida e testemunhas. Mas a própria sociedade começa a vacilar.
Dispõe-se a anular, com facilidade, os compromissos que pretendia ou deveria salvaguardar. Assim introduziu o divórcio civil, que nada mais é que retirar a garantia da sociedade para o casamento.

Ano novo e a cultura de pentecostes

Na visão de muitos antropólogos, o homem possui uma necessidade de viver em ciclos, com marcos que possam estabelecer noções de términos e reinícios. Na tradição da cultura ocidental, no entanto, o tempo apresenta-se de forma linear e momentos como a "passagem de ano", por exemplo, parecem sugerir espontaneamente um "recomeçar a vida", num esforço de manifestar esse desejo cíclico do ser humano.


A passagem de ano é um momento em que “fim e começo” parecem se tocar. Nesse momento há um despertar da esperança no homem, um desejo de recomeçar a vida, os projetos, os sonhos.

Fim de Ano

O mês de dezembro é caracterizado por encerramentos (de ano letivo, de atividades administrativas e outras) e balancetes... Todo cidadão sente a necessidade de um olhar retrospectivo para avaliar e tirar conclusões.

O cristão experimenta isto muito vivamente, lançando um olhar de fé sobre os grandes acontecimentos da história. Recorda o que pareça duro entre as ocorrências do ano que finda. Afinal, dizem os teólogos e os santos, tudo é graça. Isto quer dizer:

Feliz Natal!!

Já nasceu o Filho!! Nascerá o Sol! Já nasceu o Salvador  para os filhos do Senhor!!


Alegrai-vos!!! Alegrai-vos!!!   Eis que chega o Salvador!!

Amados, que Jesus também possa nascer em nossas vidas mais uma vez nesse Natal, e que nossas vidas sejam a cada dia mais e mais um eterno louvor ao nosso Senhor, como um renascimento, uma conversão constante em direção Àquele que já nasceu, morreu e ressuscitou por mim e por ti!! E por que só a Ele todo o joelho se dobra no céu, na terra e nas trevas! Até mesmo os joelhos do Papai Noel!!


Um Abençoado e feliz Natal para todos vocês queridos irmãos!!!

Parabéns meu amado Senhor Jesus!


Que Jesus nos abençoe!!

Paz e bem

GO São Miguel

Mensagem de Natal - CNBB

“E a Palavra se fez carne e veio morar entre nós” (Jo 1,14)


Aproximando-se a festa do nascimento de Jesus Cristo, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) dirige-se ao povo brasileiro para desejar que as bênçãos de Deus sejam derramadas abundantemente no coração de todos.

A contemplação e celebração do nascimento de Jesus fortalecem a fé em Deus que vem até nós e que nos oferece a possibilidade do encontro com seu Filho. Ele é o caminho para que em nossas famílias, nas comunidades e na sociedade vivamos o amor, a reconciliação e a paz.

Um menino nos foi dado!

Toda história da salvação tem como o Verbo Encarnado, o Cristo Jesus.


O Antigo Testamento tem como fio condutor o estabelecimento na terra do Reino de Deus, com a vinda, enviado por Deus, do Messias que seria o libertador do povo de Israel, então sujeito ao Império Romano.

"Quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher...." (Gal 4,4). Pois bem, o Messias prometido já chegou. Há dois mil anos, na pobreza de um gruta em Belém de Judá, nascia o Rei dos Reis, o Senhor dos Senhores, o Deus feito homem: Jesus de Nazaré. É Natal.

Pregador do Papa: “A resposta cristã ao racionalismo”

Terceira meditação do Pe. Cantalamessa diante do Papa e da Cúria Romana

CIDADE DO VATICANO, domingo, 19 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) - Publicamos a terceira meditação do Advento do Pe. Raniero Cantalamessa OFM cap, pregador da Casa Pontifícia, pronunciada na sexta-feira passada, diante de Bento XVI e da Cúria Romana.

* * *

Pe. Raniero Cantalamessa, ofmcap.

Pregador do Papa: Não se deve ter medo da Renovacao Carismatica

Postamos hoje um artigo já bem antigo retirado do Zenit.org  onde o Frei Raniero Cantalamessa, pregador oficial da casa Pontifícia até os dias de hoje, fala sobre o medo que parte da Igreja ainda hoje tem a respeito da RCC.
O Frei deixa claro a respeito do batismo no Espírito Santo, que esse não é e jamais foi uma "invenção" da renovação carismática, e que o mesmo suscita no cristão o desejo ardente do arrependimento dos pecados e de uma vida nova em Cristo Jesus.


Boa leitura e que Deus nos abençoe e nos batize hoje no Espírito Santo!

Entrevista com o padre Raniero Cantalamessa:

A festa está preparada. E o festejado?

Cardeal Odilo Pedro Scherer


A 3ª semana do Advento inicia com um convite insistente à alegria: “Alegrai-vos sempre no Senhor! Digo de novo – alegrai-vos! O Senhor está perto!” (Fl 4,4s). E as palavras poéticas do profeta Isaías falam da terra desértica que se alegra, germina e cobre de flores por toda parte; dos surdos que passam a ouvir, dos paralíticos que pulam como cabritos, dos mudos que começam a falar e a proclamar os louvores de Deus... E reanima os desanimados e fracos e os exorta a não temerem, a retomarem coragem e vigor, a se colocarem em pé.

Lutero, os reformadores e Nossa Senhora

O protestantismo atual se mostra intolerante com a Virgem Santíssima, no entanto, Martinho Lutero, Calvino, Zwinglio, e os reformadores do Séc. XVI tinham uma estima e reverência profundas a Nossa Senhora, como poderemos ver abaixo. Algumas denominações protestantes estão redescobrindo isso. Por exemplo, Madre Basiléia Schlink, luterana, prega a recuperação da veneração à Virgem Mãe de Deus.


Lutero, em 1522, escreveu um belo comentário do Magnificat de Nossa Senhora, onde repetidas vezes a chama de a “doce Mãe de Deus”. E nele Lutero pede à Virgem “que ore por ele”. Entre outras coisas ele disse da Virgem Maria: “Peçamos a Deus que nos faça compreender bem as palavras do Magnificat… Oxalá Cristo nos conceda esta graça por intercessão de sua Santa Mãe! Amém.” (Comentário do Magnificat).

Por que Nossa Senhora aparece?

Apresentado em Roma o "Dicionário das Aparições de Maria"

ROMA, quarta-feira, 15 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) - As aparições de Maria, as mensagens, a interpretação dos videntes são acontecimentos que atravessam toda a história do Cristianismo.

Especialmente no campo do discernimento e do significado das aparições, a Igreja católica se interroga há muito tempo.

Santo Ambrósio de Milão

O santo bispo Ambrósio, faleceu em Milão na noite entre os dias 3 e 4 de abril do ano 397. Era o amanhecer do sábado santo. No dia anterior, por volta das 17h, ele estava rezando, prostrado no leito, com os braços abertos em forma de cruz. Deste modo, participava do solene tríduo pascal, da morte e da ressurreição do Senhor. «Nós víamos que seus lábios se mexiam, testifica Paulino, o diácono fiel que por convite de Agostinho escreveu sua ‘Vida’, mas não escutávamos sua voz».

De repente, parecia que a situação chegava a seu fim. Honorato, bispo de Vercelli, que estava ajudando Ambrósio e que dormia no andar superior, acordou ao escutar uma voz que lhe repetia: «Levanta-te logo! Ambrósio está a ponto de morrer...». Honorato desceu imediatamente – continua contando Paulino – «e lhe ofereceu o santo Corpo do Senhor. Ao acabar de recebê-lo, Ambrósio entregou o espírito, levando consigo o viático. Deste modo, sua alma, alimentada pela virtude desse alimento, goza agora da companhia dos anjos» («Vida» 47).

Recesso do GO

Amados, lembramos que nos dias 23 e 30/11/10 não teremos nosso encontro no Grupo de oração pois estaremos de recesso devido ao final de ano, mas mesmo não estando reunidos que possamos estar servindo a Deus e ao próximo, sendo também essa mais uma forma de louvor ao nosso Senhor.
Não esqueçamos de dar o nosso "Sim" ao Senhor de nossas vidas e nos fazermos pequenos no amor e na caridade nesse período de renascimento, de conversão, de vida nova e de alegria!

Alegre-se!!! Eis que se aproxima a hora!!

Que Deus nos abençoe!

E não esqueça... Anote aí...


Paz e bem

Pregação 16/12/2010 - Convite

Brasileiros promovem abaixo-assinado contra distribuição do Kit Gay a crianças do primário

BRASILIA, 13 Dez. 10 (ACI) .- Em uma recente petição pública que vem sendo promovida por grupos pró-vida e pró-vida no Brasil, os brasileiros querem mostra que são "contra o maior escândalo deste País: o Kit Gay".

A petição está dirigida ao Presidente da República Federativa do Brasil, o Congresso Nacional do Brasil, o Supremo Tribunal Federal e as Assembléias Legislativas.

"Somos contra o maior escândalo deste País, o Kit Gay", afirma o texto da petição.

Santidade - sempre é possível

Qualquer homem pode ser santo se o quiser, mesmo se, exteriormente, aos olhos do mundo, ele não é mais do que vício e lama.


Quando, durante uma vida inteira, os demônios do seu coração lhe disputaram o ser e esse homem se precipitou sucessivamente, com toda a violência dos seus apetites, em direção às inúmeras miragens do orgulho e dos instintos, em direção aos fantasmas enganadores e mentirosos que são as paixões humanas, vai chegar uma hora em que ele se sente acabado.

Está gasto, aniquilado, vazio.

Essa ruína, esse ladrão, esse bêbedo, esse depravado, irremediavelmente entregue a seu vício a não ser que haja um milagre da graça, quem se ocuparia ainda dele?

Só Deus pode acolher esse destroço. Deus, e só Deus, porque ninguém descerá demasiado baixo aos olhos de Deus!

Esse lixo, esse dejeto, esse rebotalho que vocês, homens, já não querem, que não quer já nada de si mesmo, dêem-no a mim, diz o Eterno, e que ele aceite apenas, humildemente, reconhecer a sua miséria, agarrá-la e lutar. Então, para mim, essa vida de vergonha e de ignomínia aos olhos de todos, Eu a consumirei como incenso.

Os feridos da vida, os fracos, os alcoólicos, os drogados, os dependentes de todos os tipos, os pobres que aceitam sofrer a sua miséria e lutar apesar de tudo, abrem-se à misericórdia e entrarão, como o bom ladrão, no Reino de Deus, antes dos puros que depositam em si mesmos a confiança, contando com suas virtudes naturais. "Os primeiros serão os últimos; os últimos serão os primeiros" (Mt 19, 30).

'Deus morre de amor por você!'

Fonte: Lista Música Católica

A sucessão de Pedro e o Papado

Revista: "PERGUNTE E RESPONDEREMOS"

D. Estevão Bettencourt, osb

Nº 255 - Ano : 1981 - p. 116

Em síntese : O pastor Anibal Pereira dos Reis publicou em 1980 mais um livro polêmico, em que desta vez ataca o Papa e, de modo especial, a sucessão apostólica a partir de São Pedro.

Verifica-se, porém, que o referido autor não foi às fontes da história dos Papas, mas consultou manuais de história da Igreja editados nos últimos cem anos, guiado por preconceitos passionais. É o que explica tenha visto problemas sucessórios onde não os há ou tenha exagerado, dificuldades que não são decisivas.

O presente artigo repassa os casos da história dos Papas

As Drogas

Penso que não seja preciso aqui mostrar o perigo e o mal que a droga representa para os jovens.
É grande o número deles que hoje acabam com a própria vida no mundo das drogas, em uma "overdose", atrás das grades, ou assassinados no mundo do narcotráfico.

Já vimos que a razão do seu uso estar aumentando no mundo todo é por causa da destruição das famílias, segundo o modelo cristão, além de outras causas. Para o jovem indefeso muitas vezes se torna uma fuga de uma situação familiar que ele não agüenta mais: briga dos pais, separações, carência afetiva, etc.

A Escatologia errônea das seitas

Ao passar dos séculos, diversas civilizações e muitos indivíduos quiseram julgar, interpretar e catalogar a data especifica do fim dos tempos. Os maias, civilização indígena da América Central, por exemplo, antes mesmo de Cristianismo chegar as Américas, fizeram uma previsão do fim. Ao que constam, várias seitas e hereges tentaram ao longo dos anos preverem quando seria e se daria o advento de Cristo, mas falharam.


Não é um típico fenômeno de nossa época, existirem estes grupos. Se estudarmos de forma exegético as Sagradas Escrituras perceberemos que já na segunda epístola de Paulo aos Tessalonicenses (3, 10-12). Registra-se a existência de pessoas desordeiras que davam ouvidos à aqueles que diziam que o fim estava próximo e por isso deixaram seus afazeres civis esperando o retorno de Jesus Cristo. Entretanto, São Paulo os corrige duramente dizendo que se não trabalhassem não teriam também o direito de comer.

A Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria

Uma dos dogmas da Igreja mais mal compreendidos hoje em dia é o da Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria.

Um dogma é uma verdade de fé que deve ser crida por todo cristão (como a Triunidade de Deus, a inerrância da Escritura, etc.). Assim, todo cristão deve crer na Imaculada Conceição.

Mas o que significa "Imaculada Conceição"?
Ao contrário do que muitos pensam, não é o fato de Jesus ter nascido sem que Nossa Senhora perdesse a virgindade; isso é a Virgindade Perpétua de Nossa Senhora, não sua Imaculada Conceição.

A Imaculada Conceição é o fato de nossa Senhora ter sido concebida sem Pecado Original, não tendo jamais pecado nem tido vontade de pecar.

Sentido do advento

«O Advento e o Natal experimentaram um incremento de seu aspecto externo e festivo profano tal que no seio da Igreja surge, da própria fé, uma aspiração a um Advento autêntico: a insuficiência desse ânimo festivo por si só se deixa sentir, e o objetivo de nossas aspirações é o núcleo do acontecimento, esse alimento do espírito forte e consistente do qual nos fica um reflexo nas palavras piedosas com as quais nos felicitamos nas festas. Qual é esse núcleo da vivência do Advento?

Podemos tomar como ponto de partida a palavra «Advento»

Comunhao: O que é e quem pode recebê-la

É muito comum vermos Missas dominicais a imensa maioria das pessoas entrando na fila da Comunhão. Uma questão então se levanta: será que todas estas pessoas estão em condições de comungar?

Afinal, Deus escreveu pela mão de São Paulo: "Todo aquele que comer do Pão ou beber do Cálice do Senhor indignamente será réu do Corpo e do Sangue do Senhor. Por conseguinte, que cada um examine a si mesmo antes de comer deste Pão e beber deste cálice, pois aquele que come e bebe sem discernir o Corpo come e bebe sua própria condenação" (1Cor 11,27-29).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...