Reconstrói a minha Igreja - GO

Por André Brandolff - Min. Pregação Go São Miguel

Reconstrói a minha igreja! Esse é o pedido que Jesus fez a São Francisco e o repete incessantemente a cada um de nós. A Igreja de Cristo, a nossa Igreja, nós mesmos que somos essa igreja, precisamos constantemente dessa reconstrução, somos , ao mesmo tempo, construtores e construção. Assim atendemos, como Francisco, ao chamado do Senhor.

Francisco vivia um período de transformação pessoal e de busca de Deus. Estava ainda perdido, sentia-se chamado, mas ainda não compreendia a extensão de sua missão. Seu momento interior era de grande ardor pela fé conquistada, mas era também um momento de incertezas.


Entrou ele numa tarde em uma igreja, estava quase totalmente destruída, era a pequena igreja de São Damião, queria rezar, precisava rezar. Enquanto Francisco orava o Senhor falou-lhe "Reconstrói a minha Igreja". Francisco foi tomado de grande alegria por essa inspiração, sua felicidade era intensa, finalmente um claro objetivo lhe era dado por Nosso Senhor, agora ele podia sair para cumprir sua tarefa.

Francisco pôs-se a reformar a igreja de São Damião, buscando material, coletando doações, pegando coisas da loja de seu pai, usou as próprias mão nessa obra, mas, por mais que fizesse, mais era sobressaltado pelas mesmas palavras de Jesus "Reconstrói a minha Igreja", Francisco não entendia, por mais que trabalhasse na reforma da pequena igreja de São Damião, por mais que suas mãos sangrassem pelo excesso de trabalho, o Senhor não parava de repetir "Reconstrói a minha Igreja".

Depois de muito trabalho e de insistentemente pedir sabedoria ao Senhor, Francisco, tocado pelo Espírito Santo, compreendeu sua missão e que ela ia muito, mas muito além da pequena igreja de São Damião. Jesus pedia Francisco que reconstruisse a Igreja Cristã, Igreja da fé, a nossa Igreja. Era uma época dura, as sombras dominavam o cristianismo, heresias, paganismo, ganância, assolavam a Igreja afastando-a de sua missão na terra, ser sinal de Deus e levar a Boa Nova a todos os povos.

São Francisco recebeu essa missão, resgatar a humildade, a fé, a unidade, assim reconstruindo a nossa Igreja e ele dedicou, a partir dali, toda a sua vida à causa do Reino, tornou-se um exemplo de fé em vida com inúmeros seguidores e, depois de morto, um dos santos mais populares entre os povos, mas, acima de tudo, atendeu ao pedido de Jesus "Reconstrói a minha Igreja".

Vejam bem, Francisco viveu num momento de sombra da Igreja, onde interesses diversos ao da evangelização contaminavam a nossa Igreja. Então, vem Jesus ao servo Francisco e lhe confia uma missão: "Reconstrói a minha Igreja!". Jesus não diz: "faça uma igreja" ou ainda "funde uma nova igreja", Ele diz "reconstrói" e não somente isso, ainda acrescenta a "minha" Igreja. Jesus não quer outra igreja, quer a Sua Igreja restaurada.

Nós, católicos, não precisamos de outra igreja e nem é o que Jesus quer. Ele quer que a sua Igreja seja cada vez mais evangelizadora, transformadora, seja guiada pelo Espírito ao coração dos homens. Para ser a Igreja de Cristo temos, assim como Francisco, reconstruir sempre, renovar sempre, tornar Jesus presente sempre.

Não temos, não devemos e nem podemos fugir de nossa Igreja, deixar de revelá-la a cada irmão.Temos, devemos e podemos ser, para o mundo, a Igreja de Cristo.

Anunciemos sempre, somos a Igreja Católica Apostólica Romana, a Igreja do Deus Vivo, que caminha com o povo desde que recebeu de Jesus essa missão: Reconstruir o mundo, torná-lo Reino de Deus. Então, irmãos e irmãs, façamos o que Cristo quer e atendamos a esse insistente chamado "Reconstrói a minha Igreja".

André Brandolff
Ministério Pregação - GO São Miguel

Leave a Reply

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...